Planejamento!

Já planejou suas mudanças para o ano de 2016?

Existe uma diferença abissal entre “DESEJAR” mudar e ter um plano para efetivar a MUDANÇA que você quer!

Ví um meme com um dos minions, os famosos bonequinhos amarelos do Filme Meu Malvado Favorito que dizia alguma coisa como:

Vou comprar um caminhão báu, porque tem tanta gente dizendo que esse é o ano da mudança, que vou ganhar bastante dinheiro!

Parece engraçado, não e mesmo?

Mas infelizmente, é engraçado e verdadeiro!

Começa pelo fato de que a maioria das pessoas atribui a mudança em sua vida, ao ano, ao momento do mundo, aos giros do universo, às forças ocultas, enfim, a tudo que se vê à volta, menos a elas mesmas.

Então, vamos começar com a seguinte pergunta:

Porque ao invés de planejar o ano de 2016, você não planeja você?

Isso mesmo. Planejar você. Sua mudança!

Quem e o que você quer ser esse ano?

Que tipo de trabalho, contribuição você quer fazer/dar para as pessoas a sua volta?

As promessas de ano novo sempre começam com coisas do tipo:

– Esse ano vou emagrecer

– Esse ano vou ler mais

– Esse ano volto a estudar

Digo promessas porque via de regra, não tem sequer a definição do que realmente se quer fazer e muito menos um plano para executar.

Comece por uma definição clara do que efetivamente você quer alcançar de resultado, como por exemplo:

Mudança: Perder peso!

“Esse ano, no período de Janeiro a Dezembro, vou trabalhar para reduzir meu peso em 10 Quilos. Para isso, vou mudar minha dieta, comer frutas, verduras e legumes todos os dias, me exercitar no mínimo 3 vezes por semana e reduzir o consumo de bebida alcoólica, passando a beber apenas 1 vez por semana, que será as sexta-feiras.”

A declaração acima é algo mais próximo de ser alcançado, porque você especifica o que quer alcançar e como, quais ações/estratégias você vai executar para atingir esse objetivo.

Mudança: Esse ano vou ler mais!

O problema está exatamente ai. Ler mais o que?

O fato de se estar falando que quer ler mais, pressupõe-se que você gosta de ler e portanto quer aumentar a assiduidade com que você faz essa atividade. Então, partindo do principio que você já lê alguma coisa, gosta e quer praticar isso com mais frequência, nos leva as seguintes questões:

– Quanto livros você gostaria de ler por ano, mês, etc.

– Que tipo de livros você gostaria de ler?

– Você procura aumentar seu conhecimento em alguma área através da leitura ou é só para relaxar, descontrair?

O planejamento, mesmo que de coisas que parecem bem simples como as listadas acima, é necessário, porque te dá um norte, um direcionamento. A partir desses pontos, se você realmente estiver interessado nos tópicos, e se dedicar, isso vai te trazer um resultado diferenciado, o que te deixará mais entusiasmado para planejar outras áreas da sua vida.

Então, faça diferente esse ano e planeje quem você quer ser, em que áreas da sua vida você quer agir diferente e como. Defina claramente quais objetivos você quer atingir e como você fará para atingi-los.

Para completar, mais uma dica:

Crie a disciplina de todos os dias, tomar pelo menos 3 ações que te ajudarão a cumprir os objetivos traçados por você.

Exemplo:

Se você tem como objetivo ler pelo menos 1 livro por mês esse ano, se você tomar a ação de ler 10 páginas de 1 livro todos os dias, você terá lido um livro de 300 páginas todos mês, o que é excelente e te ajudará a cumprir a sua meta de ler 1 livro por mês.

Pense em 3 ações simples, para executar todos os dias, que estejam relacionadas com os objetivos traçados por você e você verá que sua vida vai mudar radicalmente.

Agora a dica de 1 milhão de dólares: Se você não tomar ação, agir todos os dias, nada vai acontecer!

Um abraço e até o próximo post!